HOME
NOTÍCIAS
Busca:
Geral
Conselho Automotivo da ABIMAQ discute pauta propositiva ao MDIC

11/10/2016 

 

Em reunião sediada no Consórcio Intermunicipal, entidades debateram principais demandas das indústrias e adensamento da cadeia produtiva

 

 

Na tarde desta terça-feira, dia 11, entidades que fazem parte do Conselho Automotivo da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) se reuniram na sede do Consórcio Intermunicipal Grande ABC para discutir propostas a serem apresentadas ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), entre outros órgãos do Governo Federal. O adensamento das entidades representativas das cadeias que fornecem para a indústria automotiva também foi pautado no encontro.

 

O grupo defendeu a importância da discussão e efetivação da segunda fase do regime automotivo nacional Inovar-Auto, com aperfeiçoamento de regras e mecanismos de acompanhamento, bem como medidas de ampliação e monitoramento da concessão de crédito tanto às montadoras e sistemistas, quanto às empresas da cadeia produtiva. 

 

No âmbito do Inovar-Auto 2, foi definido como prioridade o aumento do percentual mínimo obrigatório de investimentos em engenharia e tecnologia industrial, em capacitação de fornecedores e em P&D do atual 1,5% para os 4% “As montadoras já atingem os 3% em investimentos neste quesito. Precisamos ampliar este percentual”, ponderou o empresário Carlos Manoel de Carvalho, membro do Arranjo Produtivo Local de Ferramentaria do Grande ABC e da Associação Brasileira da Indústria de Ferramentais.

 

A criação de “observatório da indústria” e do estabelecimento de parâmetros sobre conteúdo nacional também estão na lista de propostas. O objetivo é aperfeiçoar o rastreamento de componentes automotivos produzidos por empresas brasileiras e verificar o volume de itens importados, garantindo o cumprimento da legislação, que prevê a manutenção da produção nacional, do emprego e da geração de receita.

 

Em relação ao crédito, o grupo discutiu a necessidade da criação de mecanismos que permitam às instituições financeiras e à sociedade acompanharem se os recursos públicos nacionais que subsidiam investimentos das montadoras e de suas sistemistas, por meio de crédito concedido pelo BNDES, têm rebatimentos positivos na cadeia produtiva automotiva. A criação de fundo de recuperação de empresas e de fundo de investimento para o adensamento da cadeia produtiva também foram inseridos na pauta prioritária.

 

As entidades que compõem o Conselho Automotivo da ABIMAQ se reunirão nos próximos dias para formalizar as propostas que constarão no documento a ser apresentado ao Governo Federal. “As demandas discutidas aqui são recorrentes do setor produtivo. O País precisa pensar a formulação de uma política industrial que contemple o setor automotivo e toda a sua cadeia, que inclui micro e pequenas empresas geradoras de emprego e renda para a população”, observou o secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC, Giovanni Rocco.

 

Além da entidade regional (que ingressou no Conselho Automotivo da ABIMAQ na última segunda-feira, dia 03 de outubro), participaram da reunião desta terça-feira representantes do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, da Associação Brasileira da Indústria do Plástico, além de integrantes do Arranjo Produtivo Local (APL) de Ferramentaria do Grande ABC (que também participam da ABIMAQ).

 

 

A primeira fase do Inovar-Auto começou a vigorar em 2013 e será válido até abril de 2017.

 
COMPARTILHE

 Comentários:

Seu nome:
Seu e-mail:
Seu comentário:
 




Leia também:


TAGS:

AGÊNCIA GABC | PROJETOS | NOTÍCIAS | LOCALIZAÇÃO | CADASTRE-SE | FALE CONOSCO
Grande ABC | Indicadores | Parceiros | Eventos | Vídeos | Fotos | Agenda
AGÊNCIA GRANDE ABC- Av. Ramiro Colleoni 5, Centro - Santo André - SP
   Desenvolvido por Y2Studio